Conheça as técnicas de reprodução mais utilizadas

O criador de cavalos precisa conhecer quais são as técnicas de reprodução que visam o melhoramento genético que vem se destacando no mercado e diagnosticar qual delas é mais satisfatória para o seu rebanho, visando aumento da quantidade de animais e o aprimoramento genético.

Atualmente, existem três técnicas que têm se destacado como mais eficientes para a reprodução de equinos, promovendo o crescimento da equinocultura com eficiência reprodutiva e aprimoramento das raças e seus cruzamentos.

Inseminação Artificial (IA)

A Inseminação Artificial (IA) se destaca por proporcionar bons índices de fertilidade, além de promover um número expressivo de progênies por garanhão. A técnica ainda oferece vantagens por ser realizada com sêmen fresco, resfriado ou congelado, até mesmo de reprodutores mortos.

Ela ainda permite a fecundação de uma ou mais éguas de alta linhagem com um garanhão que apresente alto valor.

A técnica oferece ainda grande viabilidade econômica graças às diversas vantagens, como menor desgaste dos garanhões na reprodução e o melhoramento genético significativo do plantel. O Brasil está entre os países que mais aplicam a IA com sêmen resfriado.

Transferência de embriões em Equinos (TE)

Outra técnica muito utilizada é a Transferência de embriões em Equinos (TE). A técnica utiliza uma fêmea doadora e uma receptora que faz a gestação do potro, permitindo o nascimento de mais de um potro da mesma égua no ano.

Outra vantagem é a precocidade de fêmeas jovens para a reprodução, além da possibilidade de potros de éguas idosas ou que apresentem problemas de parição.

ICSI

Finalizando a lista temos a ICSI – sigla em inglês para Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoide. A técnica utiliza embriões in vitro a partir de uma injeção de um único espermatozoide dentro do óvulo.

A técnica permite a produção de gestações utilizando sêmens de baixa qualidade ou raros, além dos congelados comercializados por palheta.

ICSI também permite a produção de embriões de éguas que não respondem as outras técnicas de fertilização.

Dúvidas sobre alguma das técnicas ou gostaria de aplicar em seu plantel? Procure um veterinário especialista.

Por: Camila Pedroso

Foto: Pixabay

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.